Detran-PI teve 100% de seus processos de pagamento analisados e recebeu certificado de regularidade pela CGE

Categoria: NotíciasPop Up 08/07/2021 12:18:57 Matheus Souza
210627083_3334859490074027_7614157585938432025_n

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI) teve 100% dos seus processos de pagamento analisados pelo Sistema Integrado de Controle interno (SINCIN), este relatório de inspeção consiste em analisar a regularidade processual e a eficiência nos procedimentos adotados de controle interno. A Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE/PI) certifica, periodicamente, os órgãos e entidades estaduais que analisaram 100% dos processos de pagamentos. Esse mecanismo de controle, contribui para a regularidade da gestão e para a eficiência administrativa.

No último levantamento realizado pela CGE, referente ao mês de maio, 26 órgãos e entidades do Poder Executivo alcançaram 100% dos processos de pagamentos analisados. O gerente de Avaliação e Auditoria da CGE, Carlos Garcês, explica que são realizadas duas formas de acompanhamento nos 50 órgãos/entidades do Governo estadual.

“O Certificado de Regularidade nos permite identificar os órgãos/entidades que estão com 100% dos processos de pagamentos analisados, previamente, pelo Sistema Integrado de Controle interno (SINCIN) e o Relatório de Inspeção consiste em analisar a regularidade processual e a eficiência nos procedimentos adotados de controle interno”, explicou.

Os auditores governamentais realizam o acompanhamento diretamente no órgão e dão todo o suporte técnico aos Núcleos de Controle interno (NCI’s), com orientações e procedimentos a serem aplicados nos setores competentes. O objetivo da CGE é premiar os gestores que realizaram boas práticas na Administração pública, conforme Decreto Estadual n.º 17.526/2017.

“Considero um trabalho de suma importância, pois permite que a gestão esteja pautada na regularidade e eficiência administrativa, minimizando os riscos ao gestor. Temos bons exemplos da SEFAZ, SEADPREV, PiauíPrev, assim como outros que já estão com níveis elevados de efetividade na gestão pública”, completou o gerente de Avaliação e Auditoria da CGE.

O secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, ressalta que sempre busca aprimorar os mecanismos de controle, visando contribuir para a regularidade da gestão e eficiência administrativa.

“As rotinas do controle interno estão sendo cada vez mais aprimoradas para garantir que os processos se mantenham em conformidade com a legislação e as normas, garantindo, portanto, a aplicação eficiente dos recursos”, afirma o secretário, ao acrescentar que a Sefaz se orgulha em alcançar o nível máximo em análise dos processos administrativos.

“Isso representa o compromisso da gestão com um rigoroso controle, a fim de evitar desperdícios e inconsistências na aplicação dos recursos, proporcionar a mitigação de riscos e trazer maior fidedignidade às prestações de contas”, enfatiza.

Para Joéldina Scarcela Angeline, coordenadora do Núcleo de Controle Interno da Sefaz, o controle interno cumpre um importante papel na gestão.

“O Núcleo de Controle Interno da Sefaz entende a grande relevância para o gestor quanto ao acompanhamento dos processos de despesa, porquanto é possível fazer o controle com minimização dos riscos. A gestão flui melhor porque, com o controle, o ordenador de despesas atua com uma maior segurança e eficiência”, ressaltou.

Fonte: Ascom CGE