Detran alerta para aumento no número de acidentes com moto envolvendo crianças

Categoria: DestaqueNotícias 06/10/2015 10:53:02 Imprensa
moto

Com o dia das crianças se aproximando, celebrado em 12 de outubro, o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) chama a atenção para os cuidados com os pequenos no trânsito, alertando sobre o aumento no número de acidentes de moto envolvendo crianças de 0 a 10 anos.

De acordo com dados da Seguradora Líder, responsável pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), de setembro de 2008 a agosto de 2015, o número de crianças de 0 a 10 anos mortas em acidentes de motos ao serem levadas na garupa chegou a 439 casos em 7 anos.

Outro dado alarmante é que 8.103 crianças dessa faixa etária ficaram inválidas em consequência desse tipo de acidente. “Por isso, é importante que a Escola de Trânsito esteja presente nas escolas e fazendo blitzen educativas constantemente, para educar as crianças desde o início sobre os perigos do trânsito e alertar aos pais sobre os cuidados necessários para proteger seus filhos”, informa a diretora da EPT, Jeovanna Moura.

A diretora ainda destaca que o condutor da moto deve entender a importância de se portar no trânsito de forma preventiva, utilizando todos os equipamentos de segurança, respeitando as regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “A maior gravidade que uma sociedade tem é de perder crianças, por doença, e principalmente no trânsito, que é uma coisa totalmente evitável. E a tragédia fica. Quem perde um filho não esquece”, declara Jeovanna.

No Brasil, é proibido levar na garupa crianças menores de 7 anos. A infração é gravíssima, passível de multa e da suspensão do direito de conduzir. “É preciso que os condutores entendam que respeitar as leis de trânsito não é só uma questão de evitar as punições, é uma forma de assegurar a vida”, pontua o diretor de Infrações do Detran-PI, Levi Gomes.

Nordeste tem maior número de acidentes
O Nordeste é a região que possui mais ocorrências de mortes e invalidez, envolvendo crianças transportadas em motocicletas, representando 51% do total, mesmo com a sua frota de motos correspondendo a 27% da frota nacional.

Atualmente, no Piauí, a frota de motocicletas supera a de automóveis, registrando 470.289 motos, o que representando 47% da frota total. “No interior do estado, o número de motocicletas já superou muito o de carros. Por isso, a Escola de Trânsito tem intensificado as ações educativas em diversas cidades piauienses. Nosso intuito é alcançar o maior número de pessoas com a mensagem de que é preciso respeitar as leis de trânsito e evitar fatalidades”, ressalta Jeovanna Moura.

Por Lucas Marreiros.

Compartilhe essa notícia:
  • Facebook
  • TwitThis
  • Google
  • Print this article!