Mobilização marca início do Maio Amarelo no Piauí

Categoria: DestaqueNotícias 11/05/2015 08:41:59 Nallyne Soares
ma3

“Vamos fazer do trânsito um lugar seguro para todos”. Com essa mensagem, o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), por meio da Escola Piauiense de Trânsito (EPT), em parceria com diversas instituições públicas e privadas, deu início as ações educativas em celebração ao Maio Amarelo – Atenção Pela Vida, movimento internacional que busca a redução dos acidentes de trânsito.

A mobilização em Teresina foi realizada nesta sexta-feira (08), no cruzamento das avenidas Frei Serafim com Miguel Rosa e chamou a atenção dos condutores e pedestres que passavam pelo local. “Precisamos conscientizar a sociedade para que todos tenham respeito pelo bem maior que é a vida. Sinal amarelo é de atenção. Vamos ter atenção com a vida, vamos conduzir nossos veículos de uma maneira responsável”, comenta a coordenadora das ações do Detran no Maio Amarelo, Kislley Urtiga.

Para Jeovanna Moura, diretora da Escola Piauiense de Trânsito, a campanha vem reforçar as atividades que o Detran vem desenvolvendo com ênfase na conscientização. “As ações estão sendo intensificadas para conscientizar os condutores que acidentes podem sim ser evitados e que não é preciso ser punido para o condutor regularizar sua situação”, frisa a diretora, acrescentando que o Detran está realizando ações articuladas e continuadas nas áreas de educação, fiscalização e apoio a municipalização.

O transeunte Afonso Pereira classificou a atividade como importante para o alerta as população, uma vez que os motoristas acabam esquecendo que devem ter cuidado no trânsito. “Temos que ter cuidado ao dirigir, ao atravessar uma faixa, checar os equipamentos do veículo, pois pensamos que nós nunca sermos as vítimas de um acidente. Na prática, não temos essa preocupação”, comenta.

A mobilização contou com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Superintendência Municipal de Transporte e Trânsit (Strans), Faculdade de Ciências Médicas (FACIME), da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), e Centro De Ensino Técnico de Trânsito (Centec).

Por Nallyne Soares

Compartilhe essa notícia:
  • Facebook
  • TwitThis
  • Google
  • Print this article!