Ministério Público relança campanha pela paz no trânsito

Categoria: DestaqueNotícias 20/03/2015 04:58:42 Nallyne Soares
DSC_2461

O Ministério Público de Estado do Piauí promoveu, na manhã desta sexta-feira (20), o relançamento da campanha “O Ministério Público pela Paz no Trânsito e em Defesa da Vida”. O evento contou com a presença do governador Wellington Dias; da procuradora-geral de Justiça, Zélia Saraiva; do subprocurador-geral de Justiça, Luis Francisco Ribeiro; do diretor do Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), Arão Lobão; do secretário da Justiça, Daniel Oliveira; e de representantes da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal.

O relançamento da campanha é fruto da preocupação da instituição com as estatísticas publicadas recentemente, que incluem vários municípios do Estado na relação das cidades mais violentas do Brasil no que se refere ao número de mortes e lesões permanentes causadas pelo trânsito.

Arão Lobão, diretor do Detran-PI, parabeniza o Ministério Público pela iniciativa, “é uma ação oportuna, que contribui bastante para a educação no trânsito e previne acidentes”. O diretor se mostra preocupado com os altos índices de acidentes com sequelas e revela que o Departamento está tomando providências para minimizar essas estatísticas, “estamos trabalhando para conscientizar os motoristas dos riscos da alcoolemia misturada à direção e incentivando-os a usar os equipamentos de segurança, como o capacete e o cinto de segurança”. O diretor também trata da importância da municipalização do trânsito.

O governador Wellington Dias fala da cultura da informalidade que o piauiense tem em relação ao trânsito, “temos uma cultura de não obedecer às leis de trânsito; uma vez eu estava caminhando na minha cidade e vi um vaqueiro, todo vestido com gibão, aboiando o gado utilizando uma motocicleta, sem ter carteira de motorista ou usar o capacete, nós temos que acabar com isso”.

Dias revela louvar a iniciativa do Ministério Público e afirma que vai buscar uma maneira de reduzir os custos do seguro de motos, “as motocicletas, por deixarem seus condutores mais vulneráveis, têm o valor dos seguros muito alto se comparado ao preço da moto, quero trabalhar para reduzir esse valor e fazer com que o cidadão que receba um salário mínimo tenha condições de fazer o seguro da sua moto”.

Zélia Saraiva, da Procuradoria-Geral de Justiça, explica que “a violência no trânsito não pode ser encarada com números frios, pois são pais, filhos, amigos que são levados abruptamente”. A procuradora também pede o engajamento de todas as instituições pela paz no trânsito, não apenas adotando o caráter punitivo, como protegendo a população, já que o Estado ocupa o terceiro lugar no ranking de violência de trânsito no país.

Detran

O Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI) inicia uma campanha de modernização do seu sistema, visando aumentar a agilidade dos seus serviços, especialmente no quesito de emissão de Carteiras de Habilitação. “Estamos trabalhando para aumentar a agilidade na emissão das CNHs nos municípios, uma vez por semana funcionários do Detran viajam aos municípios para realizar essa emissão”, frisa o diretor do órgão.

O Detran também está trabalhando para regularizar os veículos irregulares no Estado, que possui 40% de sua frota irregular. Segundo o governador do Piauí, “já estamos negociando com alguns bancos para facilitarem o crédito às pessoas que têm seus veículos com IPVA atrasado, para que possam regularizar o débito junto ao Detran”.

Fonte: Ccom

Compartilhe essa notícia:
  • Facebook
  • TwitThis
  • Google
  • Print this article!