Ciptran registrou 2.099 infrações em Novembro

Categoria: DestaqueNotícias 09/12/2013 11:02:43 administrador
ciptran

O Mapa Geral de Infrações de Trânsito, da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran) registrou 2.099 infrações, destas 1.647 se configuram como gravíssimas, 125 graves, 72 médias e 255 leves.

Dentre as infrações mais cometidas está “Conduzir moto sem capacete e sem assessórios de segurança”, ocupando 36,6% das infrações registradas durante o mês de novembro. Em seguida aparece “Dirigir veículo sem possuir CNH” com 21,6% e ainda “Conduzir veículo não registrado ou devidamente licenciado”, com 13% das infrações verificadas pela Ciptran. Todas são configuradas como infrações gravíssimas e o valor da multa é de R$ 191,52 para este tipo de ocorrência.

Das infrações graves contabilizadas no período a mais recorrente foi “Conduzir veículo sem equipamento obrigatório/ineficiente ou inoperante”, com 99 notificações de um total de 125. “Conduzir veículo com cor ou características alteradas” foi a segunda infração grave mais cometida durante o mês passado, somando oito casos. O valor a ser pago pelo motorista notificado nessas ocasiões é de R$ 127,68.

Entre os condutores teresinenses, as infrações médias de maior incidência foram “Dirigir veículo com calçado inadequado” com 35 ocorrências de um total de 72, e “Dirigir com fones de ouvido de aparelho de som ou celular” com 24 casos. Já nas infrações consideradas leves: “Conduzir veículo sem documentos obrigatórios” foi a que registrou notificações com 248 do total de 255 e “Dirigir sem atenção ou cuidados indispensáveis a segurança no trânsito” com sete casos. Para as infrações médias a multa é de R$ 85,12 já para infrações consideradas leves o valor é de R$53,20.

Para reduzir estes números o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran- PI) e parceiros estão intensificando as blitzen e ações educativas afim de conscientizar os condutores para um comportamento seguro no  trânsito e com respeito às leis.

Por Isabelle Azevedo

Compartilhe essa notícia:
  • Facebook
  • TwitThis
  • Google
  • Print this article!