Detran implanta sistema para controle da atualização de cadastro

Categoria: Notícias 26/07/2012 09:31:59 administrador

Como forma de garantir a seguridade do recebimento de correspondências enviadas pelo órgão, o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí irá implantar, a partir do mês de agosto, uma nova sistemática para controle mais rígido da atualização cadastral.

Com o novo método, ao tentar emitir uma guia para pagamento de taxa do Detran, o usuário terá acesso a um formulário contendo o seu endereço de cadastro, que deverá ser validado como condição necessária para a emissão da guia.

Através de cruzamento de dados com os Correios, o Detran chegou a uma lista de usuários cujos endereços cadastrados não são suficientes para a devida localização do logradouro, inviabilizando ou retardando a entrega de documentos. Para estes, durante a tentativa de validação, será apresentada uma mensagem convocando para comparecimento a um dos postos do Detran, a fim de efetuar a atualização cadastral. Até que o procedimento seja realizado, este usuário não terá acesso à emissão de nenhuma guia para pagamento de taxa do órgão.

Para os demais usuários em dia com a situação cadastral, a correspondência é feita automaticamente e a emissão da guia é concluída. Os usuários que mudaram de endereço e ainda não realizaram a atualização junto ao órgão também devem comparecer a um dos postos munidos de comprovante de endereço com data não superior a 30 dias, preferencialmente fatura de cartão de crédito ou conta de concessionária telefônica.

Mensalmente cerca de 1000 Documentos Anuais de Licenciamento (DUAL) são devolvidos ao Departamento por erros no endereço cadastrado. De acordo o diretor geral do Detran-PI, Jose Antonio Vasconcelos, o alto índice de devoluções motivou a ação de atualização compulsória. “O nosso usuário infelizmente não tem o hábito da manutenção cadastral e essa desatualização está gerando muitos gastos ao órgão. Em parceria com os Correios, estudamos uma forma de realizar essa atualização da maneira mais conveniente para o usuário”, ressalta.

O diretor destacou ainda que esse é o primeiro passo para um projeto maior que está em fase de desenvolvimento e que deve ser executado ainda este ano. “Dentro dos próximos meses pretendemos extinguir a entrega do CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) aqui no órgão, seja para o usuário ou representante legal, como forma de coibir atos ilícitos e garantir que o documento chegue às mãos do real proprietário. No entanto, para a eficácia deste projeto, precisamos de um endereço correto para o envio da documentação”, conclui Vasconcelos.

Por Franciane Barbosa

Compartilhe essa notícia:
  • Facebook
  • TwitThis
  • Google
  • Print this article!